segunda-feira, dezembro 27, 2004

Descanso ?!

Não sei se posso falar em descanso de quem já vive descansado. Mas vou passar uns dias lá onde já deveria estar morando há muito tempo: Itaipuaçu.
Na época da minha aposentadoria, o plano básico era ir morar fora do Rio de Janeiro, perto de uma praia, sem horários, sem stress, "sem lenço e sem documento". Tsunamis, então, nem pensar.
Mas, dizem os pragmáticos: a teoria, na prática é outra. E continuo mais ancorado por aqui do que à deriva por lá. Primeiro porque, naquela época, continuei a trabalhar mesmo depois de aposentado. Já ouviram falar em oferta irrecusável? Pois não são feitas apenas a jogadores de futebol; para aposentados também aparecem algumas delas.
Depois, quando o trabalho foi rareando até acabar de vez, vieram as circunstâncias de família e vou continuando por aqui.
Como não tenho ainda um lepitópi e não sendo cômodo nem havendo espaço para carregar comigo este amigo eletrônico, ficarei sem computador pelos próximos quinze ou vinte dias. O que não deixa de ser um descanso, para vocês, para ele e para mim.

Antes, porém, quero deixar aqui os meus agradecimentos aos caros amigos que fizeram meu humilde contador dar um pulo de trezentos visitantes em apenas dois meses. Parece pouco, mas deve ser um número maior que o de ouvintes da Voz do Brasil!!! (que vantagem...)
E por último, mas não menos importante, gostaria de dizer que a minha vontade mesmo era voltar só quando me desse na telha.



Tenham todos as melhores entradas de Ano Novo e que em 2005 gozemos todos de muita saúde e muita paz!
(É isso mesmo??)

1 Comentários:

Blogger Fê Freitas disse...

Ê, seu Dione! Saudades de lhe vender salgadinhos pela manhã. Descansar...Nem me fale nisso! Acho que nem sei mais conjugar esse verbo. Quer dizer, começamos a conjugar as primeiras pessoas e quando vimos...já era dia 02/01, os dois pra trás do balcão de novo. É a vida!
Espero que esteja aproveitando!
Feliz Ano Novo!

7:56 PM  

Postar um comentário

<< Home